Entrevista

Marques Mendes: “Corro o risco de pensarem que sou um petulante, um convencido”

Conta em entrevista que continua a falar ao telefone a altas horas da noite com Marcelo e que não tem a “ambição” de ser candidato a Presidente da República. Nas audiências televisivas, pelo menos, Marques Mendes já bateu o seu antecessor de comentário político domingueiro.

p2-verao-2020,p2-verao,impar,luis-marques-mendes,entrevista,psd,
Foto

A conversa ocorre ao fim da tarde, numa sala bem fresca, a rondar talvez os 18 graus, na nova sede da Abreu Advogados, onde Luís Marques Mendes, 62 anos, é consultor. O antigo líder do PSD e hoje mais conhecido de toda a gente por ser comentador televisivo fala com gosto de Marcelo Rebelo de Sousa e das “artimanhas” da oposição, nega que queira ser candidato presidencial mas fica “lisonjeado” com a referência, mostra as audiências do seu último programa no telemóvel. Em Março, no início da pandemia de covid-19, esteve perto dos 2 milhões de espectadores.